quinta-feira, 29 de setembro de 2022

Entre Plumas Azuis





Tenho lembranças fugazes de viver envolta em plumas azuis.

Sei que nas penas tinha sonhos esculpidos pelo vento,

e no coração a imensidão alva da paz .

 
Escondo este delírio na macia carícia do meu peito,
 
e na harmonia finita desta miragem__ adormeço. 






Entre Plumas Pratas Azuladas

Enlaço-me,
abraço-me,
envolvo-me.

Como ave,
com penas
prateadas.

Aconchego-me,
acarinho-me,
enterneço-me.

Como ave,
com plumas
brancas.

Absorvo-me,
conheço-me,
integro-me.

Como ave
com penacho 
azulado 



*

imagem: Penny Robartes 

*

domingo, 25 de setembro de 2022

Crescer

 Quando eu crescer, menina quero ser!


Vou ser pequenina

sardenta, traquina.


Subir num balão

feito de sabão.


Pintar flores no céu

 dormir de chapéu.


Morar num castelo

cor de caramelo.


Abrir a janela

tocar numa estrela.


Sonhar que acredito

que o mundo é bonito.


Se for para crescer e menina não ser, não quero nascer!






A Graça do Crescer


Menina ontem foi criança,
viveu feliz na  leve bonança.
Olha tudo ao redor, dança,
moça fica na contradança.

Um dia foi linda mocinha,
a bondade nela se aninha,
É amada, menina acarinha,
deixará de ser Menininha.

Quando sol se pôr, a Moça
gingará com muita bossa.
Meninos farão muita joça,
charme ela jogará na troça.

Quando Mulher, vai sonhar,
à amiga tudo vai segredar.
Será toda formosura a reinar,
seu ofício será muito Amar.




*


Arte - Lydia Wylangowska

*





Feliz Semana da Primavera do lado de cá do Atlântico!
Feliz Semana do Outono do lado de lá do Atlântico!


*

sexta-feira, 16 de setembro de 2022

SÊ INTEIRA!

 



Não te escondas

só porque não te querem ver.


Não te quebres 

para outros ficarem inteiros.


Cola todos os teus pedaços.

Essa Luz que emanas te guia aos lugares onde és perfeita,

 desde o ar que respiras ao corpo que te acolhe.

Sê inteira!

*





Fibras Energéticas

Minhas fibras estão em alerta,
estou em vibração, na certa…
quisera todo meu ser aquecer!

Sou e estou 
                              inteira.

Corre fio elétrico teocêntrico,
sinto o sangue ferver na alma,
jorra um fervor e me acalma.

Sou e estou 
                             inteira.

Minha mente está tão acesa,
o coração se energiza, ilesa
vejo-me de maldades, beleza.

Sou e estou 
                             inteira

Dou choques de ternura, corpo
inteiro na aquiescência, energia,
ganho força, logo me encorpo.

Sou e estou
                 inteira

 



Nossa sugestão musical: Aretha Franklin - Respect (1967) 
imagem: escultura de Paige Bradley 


*