2024/05/20

JORGE AMADO ENTRE NÓS

(Acervo de Roselia- foto imagem do Museu Jorge Amado- Salvador- BA)

Entre Nós só a paz tem guarida,
neste canto só ela é sustento,
 inveja aqui, não tem medida.
fica de fora, não tem cabimento.

Tecemos laços, firmes, ousados,
com concórdia, a verdade nos guia,
falsidades somem, não tem aliados,
autenticidade é nossa companhia.

Negatividade não cabe neste espaço,
sabemos quem sente nossa emoção,
 cada comentário vosso, cada abraço,
 encoraja Entre Nós mais dedicação.


Tenda dos Milagres

Rosa sempre chega assim, inesperada, vem de súbito.
da mesma forma inconsequente desaparece…
Fuxicos, arengas, xeretices, pois em verdade
Ninguém sabe nada de concreto sobre Rosa.
Rosa brincava com as algas, todos os ventos em seus cabelos.
Todos os ventos, do norte e sul, o vento terrível do noroeste.
Na canoa ancorada ela deitava a cabeça de fora, o cabelo no mar.
Parecia cabeça sem corpo, saindo d'água, dava arrepio,
Rosa maluca, Rosa do cais, tantas vezes mentias!


Corpo Fechado


Sou mulher muito feliz com a vida,

acredito na amizade, a pratico na lida.


Escrevo, existo, revelo dias vividos,

minha experiência, meus devaneios.


Transmito as emoções, sensações,

sem presunção, o melhor do coração.


Tento, não desisto, insisto nos anseios,

amada na essência de Mar e Amar.


Meu corpo é fechado à inveja, ela vem,

tenta me detonar, se evapora também.


Nossa sugestão musical: Tem Dendê, Figas de Guiné 
Imagem: Pinterest

💙💙💙

2024/05/13

Aquele Olhar!

 

Aquele olhar dum sem abrigo,
espelha uma vida em perigo.
Nele há marcas de adversidade,
 luta constante por dignidade.

Na profundidade dos olhos cansados,
vislumbro sonhos outrora abraçados.
Brilho apagado pela dura realidade,
sem luz de esperança, na obscuridade.

Naquele olhar, vejo a humanidade,
alguns o ignoram na sua falsidade.
Apelo para a empatia, a compaixão,
basta doar ajuda, estender a mão.

Aquele olhar dum sem abrigo,
podia ser meu, teu, dum amigo.
Cada um tem uma história singular,
um ser humano buscando seu lugar.

Olhar Piedoso

Dependente de fraternidade,
busco acolhida no mundo cruel,
meu olhar é piedoso e medroso,
tenho pavor do desamor em tonel.

Sou invisível, às vezes me parece,
necessitada de um doce afagar,
sei bem, o mundo padece
numa luta a desaguar.

À parte da minha carência,
sou coração, fé em profusão,
jogada ao léu, sigo na inocência,
conto ser tida com contemplação.

Entrevejo situações desordenadas,
pareço pertencer ao mundo atual?
Abandonada à sorte, descaso,
como seria ter bondade?


P.S. Oremos, de acordo com nosso credo religioso, pelos acometidos pelas tragédias mundiais. 
No Brasil,  como todos sabemos,  uma situação arrasadora no Sul do Brasil onde residem, inclusive, nossa querida amiga de todos  Chica e o casal amigo Taís e Pedro Luso, dentre outros .

imagem: retirada daqui

🍂🍃🍂

2024/05/08

Dia De Limpeza

Hoje acordei cedo, determinada: - Vou fazer a vida de lavado!

Abri a janela, arejei a cama, fechei as mágoas no roupeiro e sacudi os pesadelos.

Dobrei com cuidado a tristeza, ao lado das ilusões, das desilusões e das agruras da vida, e arrumei-a na última gaveta da cómoda.

Fui buscar os sonhos que ainda me restam, e guardei-os na primeira gaveta, para estarem mais à mão no caso de se realizarem.

Na gaveta do meio, juntei um saquinho de alfazema às saudades que me chegaram com o vazio deixado por alguém muito querido. 

Faltava guardar a esperança que tinha perdido algures entre o sonho e a realidade, mas de repente encontrei-a. Dobrei-a com cuidado na gaveta de cima, junto aos sonhos.

Juntei as promessas todas, misturei-as com as mentiras e as injustiças, meti tudo no mesmo saco e fora, deitei no lixo!!!

No final, cansada mas satisfeita, sei que esta noite vou dormir serena, com a alma perfumada de alfazema. 

Mulher corajosa, não teme mudanças,

prepara seus pertences, faz alianças

bem novas. Tem paciência, resiliência,

ganha uma alma nova, ela se renova.


Não tem temor, em Deus se confia,

Ele nos prepara para nova alegria.

Arruma nosso eu interior com Amor,

ajeita todas gavetas desarrumadas.


Mulher destemida enfrenta a lida,

tem porte de resistência e magia.

Sabe da persistência, é  temente,

liberta-se do medo, avança, recria!



Imagem: retirada daqui

🌾🌿🌾