sábado, 12 de fevereiro de 2022

Pote de Sonhos





Há muito tempo
dividi os sonhos em palavras e as palavras em letras
e coloquei-as uma a uma, delicadamente, num potinho bem fechado
num lugar a que só eu tinha acesso.

Guardei-o tão bem, que agora quero-o, e não o encontro.

Será que o perdi para sempre?

Será que alguém o levou?

Quem me ajuda a procurá-lo?

Sem as letras, como posso escrever, como posso sonhar?








Pote de Sonhos

Meu coração terno se desfaz em pedidos,
Ponho todos no potinho gracioso, olho-os
Com tanta candura e sei qual é cada um,
Impossível seria me esquecer de algum.

Meu olhar fixo e sereno sobre todos eles,
Faz-me ter os auspiciosos desejos. Neles 
Ponho minha afeição, esmerada gratidão,
A vida me concedeu desejos inesperados.

Os realizados brilham como estrelinhas,
Os demais me impulsionam às quimeras.
Seguro o potinho mágico com emoção,
Calma, confio na minha boa percepção.

Um dia, abrirei o belo potinho sonhador,
Beijá-los-ei, os concretizados, desejados.
Deixarei mais um tempo os das esperas,
Não me importo em ter tudo, sou Amor.




*

Nossa sugestão musical : ABBA I Have A Dream 
imagem: Sonja Wimmer


*