sábado, 13 de agosto de 2022

Paz

 

Procuro paz na imensidão deste céu.

Procuro refúgio numa nuvem – ou numa estrela; ou numa lágrima

 nesta paisagem oscilante

onde caminho como uma estranha através do tempo e do espaço.



Não é o destino que leio nestes sinais; 

vejo apenas a humanidade, transmutada em fragmentos familiares,

 vazios, cheios de ilusões.






Paz


Nossos céus sejam mais do que azuis,

toda nossa vida, uma pérola que reluz.

 

Nossos dias sejam revestidos de energia,

sem perder nada da noite de bela magia.

 

Nossos pomares tenham os tipos de frutos,

a ninguém lhe faltem saudáveis alimentos.

 

Venham às nossas mesas mais fartura!

Não nos privemos do essencial, sem usura.

 

Nossos jardins nos deem muitos encantos,

nossos olhares saiam dos ruins prantos.

 

Com cores variadas e olhos bem atentos,

em espetáculos da natureza, exultemos!


Vasos de plantas em nossos caminhos

sejam paz e refrigério nos contratempos!

 

Cores vibrantes, ao chegarem desânimos,

alegrem nosso ser com bons estímulos.

 

Haja luz em nosso viver, paz no conviver!

Despertemos da sonolência, é urgência!


Deus nos livre do desânimo, sentimento

 insano é a falta de paz. É um tormento!




*

Nossa sugestão musical: Música Tibetana 

imagem: Fê blue bird


*

25 comentários:

  1. Paz...estamos a procurar a Paz em qualquer caminho, no deserto do Tempo, nos beijos do Vento...
    Parece que ninguém nos escuta...
    Adorei os dois poemas...
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  2. Lindo céu e belíssimas poesias que clamam pela PAZ que todos queremos em nosso interior e fora de nós. Adorei! beijos às duas, ótima semana,chica

    ResponderEliminar
  3. Bom dia amigas Fê e Rosélia,
    Dois poemas sublimes em que a paz é a palavra dominante!
    Se tivermos paz em nós tudo se torna mais leve, mais sereno e em nosso redor tudo respira tranquilidade.
    Que essa paz, o bem tão necessário resplandeça no coração de todos os homens para que possamos respirar com a leveza que tanto ansiamos e merecemos.
    Mais um magnânimo momento poético que muito apreciei.
    Obrigada, Amigas!
    Beijinhos carinhosos e fraternos para ambas.
    Muita paz nos vossos corações.
    Ailime

    ResponderEliminar
  4. Duas inspirações plenas de sensibilidade sobre a palavra do momento... mais preciosa que ouro... paz! Infelizmente, a cada dia, não nos parece mais próxima... pois nem os próprios países envolvidos em conflitos se lembram dela... preferindo e proferindo outras... como glória, vitória, conquista, vantagem e... armas... muitas armas... para se lutar... pela paz?!?!
    Pelo menos, que a encontremos no nosso íntimo, o derradeiro reduto onde no limite, nos abrigamos das insanidades do mundo... que nos remetem para os instintos básicos do ser humano... sem margem para diálogo ou entendimento...
    Adorei matar saudades destes céus, da margem sul, que durante tantos anos, fizeram parte da minha paisagem diária... e pessoal!
    Lindíssimas partilhas, como sempre! Deixo um beijinho e votos de uma feliz semana, de preferência com o espírito ocupado, com tudo o que nos realiza... e nos eleva para outros patamares mais pacíficos... como a belíssima escolha musical, deste post!
    Tudo de bom!
    Ana

    ResponderEliminar
  5. Duas poesias maravilhosas. Duas poetisas de mão cheia. Uma musica linda. Tudo casa na perfeição. :)
    -
    Procuro nas brechas do meu tempo

    Uma excelente semana. Beijos

    ResponderEliminar
  6. Dois lindos cantos à paz, indispensável no individual e no mundo. Duas vozes queridas a construir versos mágicos. Uma excelente postagem. Grande abraço para ambas.

    ResponderEliminar
  7. Duas partilhas louvando um dos nossos maiores bens _ a Paz !
    Que haja primeiro nos nossos corações para que possamos semear.
    Que nossos governantes priorizem para o bem da sua Pátria.
    Enfim , é o que tanto precisamos e não temos tido como merecemos.
    Grande abraços a Fê e Rosélia, com muito carinho e admiração

    ResponderEliminar
  8. Poesia deslumbrante que me fascinou ler
    .
    Abraço virtual de amizade
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderEliminar
  9. Um sentimento tão importante 💟 e que belas partilhas 👏👏👏... Bjs

    ResponderEliminar
  10. A Paz é uma busca importante de grande parte da humanidade, mas não interessa aqueles cuja fortuna engrandece com as armas. E enquanto a ganância pelo dinheiro e pelo poder, for superior ao amor pelo outro, a paz continuará ausente da humanidade.
    Gostei dos dois poemas.
    Abraço e saúde

    ResponderEliminar

  11. Minha querida... Voltando com muitas saudades. Depois de tantos anos sinto que estou regressando a CASA. Estou abrindo a porta à amizade linda que construímos aqui . Deixo o meu carinho e um beijinho.

    ResponderEliminar

  12. Minha querida... Voltando com muitas saudades. Depois de tantos anos sinto que estou regressando a CASA. Estou abrindo a porta à amizade linda que construímos aqui . Deixo o meu carinho e um beijinho.

    ResponderEliminar
  13. Paz- procuremo-la no tempo e no espaço, procuremo-la
    com urgência, em todos os interstícios, porque ela é
    necessária para o nosso viver interior e no nosso relacionamento
    entre todos. Nos poemas das nossas amigas, Fê e Rosélia,
    encontramos este convite, com palavras inspiradas e amoráveis.
    A música tibetana vem trazer essa aura de tranquilidade e amor,
    Desejo, minhas amigas, que a saúde vos acompanhe.
    Tenham um dia abençoado, bem como todos os que se seguirão.
    Beijinhos
    Olinda

    ResponderEliminar
  14. A luta pela Paz - não, não temo usar o termo luta porque há que pugnar por ela - é uma das belas belas lutas travadas pela humanidade ao longo dos tempos.

    Que os vossos belos poemas possam contribuir para a Paz nos tempos sombrios que estamos a viver, Blue Bird e Rosélia!

    Um grande beijinho para cada uma de vós! <3 <3

    ResponderEliminar
  15. Rosélia e Fê estão de parabéns pela lindissima posia. Gostei da música.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  16. Uma luta eterna a procura da paz, porque não somos ilhas e a paz há de ser global, há de energizar o outro e assim a humanidade. O mundo carece de paz e neste mundo estamos nós bombardeados de todos os lados. É preciso crer e buscar a paz, ainda que seja de nossas cabeças e que assim possamos adormecer com leveza.
    Belos sentimentos aqui belamente expressados em poesia.
    Beijos para vocês de minha terna admiração.

    ResponderEliminar
  17. Perante a grandeza desse magnífico céu e o encanto das vossas maravilhosas poesias, encontrei por momentos a paz interior.
    Beijinhos para as duas, queridas amigas 💐

    ResponderEliminar
  18. É urgente congregar esforços para alcançar a paz.
    Vale sempre a pena lutar por esse princípio.
    Abraço de fraterna amizade.
    Juvenal Nunes

    ResponderEliminar
  19. Gostei muito e faço minhas as palavras da Elvira Carvalho
    Beijos às duas e um bom dia

    ResponderEliminar
  20. Ao longo dos milênios, a humanidade procurou e ainda procura a paz. Fora de si mesmo. E sofria. E sofre. Não a cultiva em seu interior, no coração e na alma. A paz no mundo será o resultado da paz individual.
    Belíssimos e tocantes poemas dessas duas flores lindas. Parabéns.
    Dois beijos.

    ResponderEliminar
  21. Boa noite, estimadas amigas!
    Mais um belíssimo trabalho poético aqui nos presenteiam.
    Onde a mensagem de amor e paz, é o mote principal.
    Gostei muito.

    Votos de um excelente fim de semana, com muita saúde.
    Beijinhos, com carinho e amizade.

    Mário Margaride

    http://poesiaaquiesta.blogspot.com

    ResponderEliminar
  22. Sim, e falta paz no mundo. Precisamos trazê-la dentro de nós. Linda poesia!

    ResponderEliminar
  23. Paz para TODOS!
    Abraço para ambas (Roselia e Fê).

    ResponderEliminar

« Quando um passarinho pousa docemente numa flor e ela o acolhe com carinho, a magia da amizade acontece. »