sábado, 2 de abril de 2022

Envolta em Emoção

 

De vez em quando a saudade bate-me à porta,

de tempos a tempos ela gosta de me visitar.

Às vezes bate de leve, mal a ouço,

outras com violência_ será que a quer arrombar?


As vagas tremem, o vento geme, gaivotas clamam

agouro de tempestade no ar_ mas não importa.

Envolta em emoção, abro aquela porta!

Diluo a saudade no mar.







Envolta em Emoção

Abri a porta do meu coração,
Não tinha noção onde daria.
Senti um ar de boa tentação,
          Odor 
                 de 
                            suave 
                                         maresia.

Em princípio, como inalação,
Inspirei, expirei, senti prazer...
Senti meus pés encharcados, 
Ondas
                       lavavam     
                              meu
                                         ser.

Meus cabelos esvoaçavam,
Minhas saias rodopiavam...
Apossou-me sublime leveza, 
Aves 
            voavam 
                     com 
                                         delicadeza.

Seria céu, paraíso? Matutava,
Extasiada na ímpar sensação.
O mar conta de mim tomava...
Estava
              envolta
                          em 
                                          emoção.




*

Nossa sugestão musical :  Douces - Here When You´re Gone
imagem : pinterest


*