2024/02/26

Era Uma Vez um Sonho

 
Salto para o dorso de um cavalo alado de crinas longas que envolvem o meu cabelo despenteado pelo vento.
Corto as amarras que me prendem e parto em galope.
Entro no mundo da fantasia.
Um lugar onde habitam elfos e fadas, que dançam, que voam, que amam, que transcendem.
Um lugar de sons que é música, um lugar de luz que é cristal, um lugar de vida que é magia.
Um lugar tão real como o da imaginação e das histórias que ouvimos contar antes de se crescer. 
Um lugar, onde se sente a fusão com o universo e com os seres belos que ainda o habitam. 
Um lugar, onde me refugio, onde não tenho medo, onde não sofro, onde a minha imaginação não é punida, e a minha simples existência está coberta de glória.
Era uma vez um sonho a que eu um dia vou voltar.
(reeditado)



Sonhei com o belo corcel azul lindo,
Ele me olhava muito atentamente...
Alisei seu pelo macio delicadamente.

Matizes da sua coloração me intrigou,
Fiquei pensativa, examinando a pista, 
Variantes delas em meus dedos vindo.

O castanho, o preto, o índigo, tão real,
Nem parecia uma visão onírica ideal,
A mensagem do sonho em mim ficou.

Alazão era tão altaneiro, me ensinou
Ser eu dona de minha vida doravante,
Devo ser, de mim, amiga  bem-quista.



Nossa sugestão musical: Aragorn Sleepsong - Secret Garden
Imagem: pintura de Fê blue bird - 2017- óleo sobre tela


🌼🌼🌼

2024/02/25

VASCO GRAÇA MOURA ENTRE NÓS


Dançam palavras, melodia do som,
Língua materna, poesia seu dom.
Berço da infância, semente, alegria,
Versos na alma, profundos, magia.

Nosso idioma embala o coração,
Cresce poesia, flor da inspiração.
Versos flutuando, rimas rimando,
Dia iluminado, musas inspirando.

Combinando vogais e consoantes,
Inventamos casos, qual amantes.
No colo da língua, o poeta acalma,
Versos e estrofes ouvem a alma.

Celebremos a língua, é nosso lar,
Onde a poesia mantém seu lugar.
Palavras que fluem como rio veloz,
Nasce um poeta no ventre da voz.


espaço interior


quando o poema

são restos do naufrágio

do espaço interior

numa furtiva luz

desesperada,


resvalando até

à superfície,

lisa, firme, compacta,

das coisas que todos

os dias agarramos,


quando

o poema as envolve

numa aura verbal

e se incorpora nelas,

ou são elas a impor-lhe


a sua metafísica

e o espaço exterior

que povoam de

temporalidades eriçadas,

luzes cruas, sons ínfimos, poeiras.


in "Antologia dos Sessenta Anos"



Meu Estandarte

A poesia invade corpo e alma,
tanto me lê como me acalma.
A inspiração é eficaz bálsamo,
longe dela, nem sequer amo.

Seja trova, quadra ou poema,
preciso dela, não ser extrema.
Musa dos meus dias serenos,
toca-me com toques sonoros.

O encanto da vida saborosa
deve-se à magia tão gostosa
de escrever por amor à arte,
com graça, é meu estandarte.

Livra da vida insossa, incolor,
cumpre seu papel de doar cor.
É musa dos dias desbotados,
salmo diário em lindos versos.



Nossa sugestão musical: No Teu Poema- Carlos do Carmo


🔅🔆🔆

2024/02/19

Por Amor no Dia de São Valentim


No jardim do coração brota uma flor,

simples, perfumada, chamada Amor.

 

Amor é como um amanhecer ameno,

íntimo, deslumbrante, sereno.


Resistente, eterno, sem limitações,

Amor é laço forte unindo corações.


Amor não carece de luxo, ostentação,

genuinidade é a sua expressão.

 

No coração humano descobre seu lar,

o Amor é cristalino, faz a vida brilhar.


{Imaginemos um mundo onde só houvesse Amor, como seria belo, quanto sofrimento evitaríamos.}




Por Amor…
solto as emoções ao vento,
voam em deslizamento,
vão tão longe,
alcançam o céu…

Por Amor…
liberto meu eu prisioneiro,
de um enlace intenso,
vai tão longe,
alcança o Céu…

Por Amor…
esbanjo ternura ao léu,
na doçura do painel,
vai tão longe,
alcança o Céu…

Por Amor…
inebrio astros do Universo,
minhas vestes me aquecem,
elas me protegem 
do meu lado reverso.

Por Amor…
emoções vêm de longe,
alcançam a Terra,
alcançam-me…
Só por Amor.

Nossa sugestão musical: Somente por Amor
imagem : Mary Engelbreit


💖💕💖

2024/02/12

HILDA HILST ENTRE NÓS


Ainda é tempo meu amor
de deixar o vento levar o passado
de trazer luz ao futuro desejado.

Ainda é tempo meu amor
de colher a fruta na árvore esquecida
da viagem tantas vezes prometida.

Ainda é tempo meu amor
de dançarmos a nossa canção
juntinhos, coração com coração.

Ainda é tempo meu amor
das velhas rotinas desfazer 
de começarmos finalmente a viver.
 
Promete-me amor que ainda é tempo.
Não me vou esquecer.




Árias pequenas. Para bandolim

Antes que o mundo acabe, Túlio,

Deita-te e prova

Esse milagre do gosto

Que se fez na minha boca

Enquanto o mundo grita.

 Belicoso. E ao meu lado

Te fazes árabe, me faço israelita

E nos cobrimos de beijos

E de flores

Antes que o mundo se acabe

Antes que acabe em nós

Nosso desejo.



Corações ao Infinito


Amor mata? Morre em ósculos?

Não sei, só o sinto ser infinito,

não tira o sorriso dos meus lábios…


Sem ele, a vida perde o sentido,

é milagre antibelicoso, não jocoso,

cobre-me de flores, é beijo consentido…


Quem como o Amor? Ninguém!

Está em minhas fibras não ressentidas,

a ele, digo, consentidamente, amém!


Recaminho meu viver, me repagino,

procuro novas paisagens, as imagino,

busco a mim e a ti… sou tua em aromas.


Atento ao meu sentimento, sem altivez,

da lua e do luar, somos ambos amantes,

travestidos de doçuras elegantes.



Nossa sugestão musical: Quem Sou Eu
Imagem: Pinterest.

***

2024/02/08

Encanto do Mar Sagrado-🎉{2 anos do blog}🎈


  Quando a alma é acariciada, docemente

as lembranças deslizam na minha mente.


Os olhos enchem-se de suaves melodias,

lembrando com saudade esses meus dias.


 Relembro uma menina de vestido anilado,

contemplando encantada o mar sagrado.


Sinto uma urgência enorme de a abraçar,

como desejaria a esse pueril tempo voltar.


 Oh saudade és tão enganadora,

quanto mais alegre é a lembrança,

mais doloroso é o recordar.


Encanto do Mar Sagrado


Ternura em larga dimensão,

Aconchego pela amplidão,

Menina dócil na admiração,

Sua meiguice exala seu 💙.


Pausadamente, se inebria,

Delicadamente, se contagia,

Candidamente, se extasia,

Sutilmente, na doce alegria.


Pudesse ver seu rosto, olhar,

Na certa, memórias a recordar,

O azul está nela a entranhar,

Reflete seu mar, seu belo amar.


Ela cresceu, não se esqueceu,

Na maturidade, se enriqueceu,

Recordação do mar lhe aqueceu,

Seu doce encanto nunca pereceu.


imagem: Vladimir Wolegow

🐋🐟🐋

Num Amor de Mar, vamos navegando com Vida e generosidade, revelando nossos Desabafos de tempos em tempos. 
Um dia tivemos um Sonho de construirmos juntas um blog onde tivéssemos a Liberdade de expressão e respeito pelo leitor.
Fizemos de tudo para reinar a Paz de Primavera entre nós e os amigos que nos visitam e tão bem nos comentam.
Já percorremos dois anos… de um caminho entre Dores diversas e alegrias.
Somos Mulheres de Emoções e Oração.
Nosso blog está ainda na Infância, mas perseveraremos até onde for possível.
ENTRE NÓS há um pássaro azul, flores de quase Outono no Brasil e muita sintonia de irmãs de alma.
Hoje, nesta pequena Celebração, expressamos nossos desejos sinceros de que o jardim interior de cada um de vocês esteja repleto de Bênçãos de toda sorte.

Feliz Aniversário, ENTRE NÓS!


💙💙💙

Obrigada, querida amiga Ailime

2024/02/01

NATÁLIA CORREIA ENTRE NÓS


Creio nos anjos, celestiais divinos,
Nos segredando, guiando destinos.
Doces guardiões de asas a tremular,
Nossos protetores em todo o lugar.

Anjos nos abraçam, dão aconchego, Calidez fraterna, esmorece o medo.
Unindo corações, cânticos entoam,
Hinos de esperança no mundo ecoam.
Creio no espírito, no amor de Jesus,
Nas noites sombrias Seu brilho é luz.
Creio no gesto humano de boa vontade, Aprisiona o ódio, liberta a bondade.

Creio na essência, na força interior, Sarando feridas, dissipando a dor.
Creio firmemente nos seres amorosos,
Vivem ao nosso lado, anjos preciosos.


Creio nos anjos que andam pelo mundo


Creio nos anjos que andam pelo mundo,
Creio na Deusa com olhos de diamantes,
Creio em amores lunares com piano ao fundo,
Creio nas lendas, nas fadas, nos atlantes,

Creio num engenho que falta mais fecundo
De harmonizar as partes dissonantes,
Creio que tudo eterno num segundo,
Creio num céu futuro que houve dantes,

Creio nos deuses de um astral mais puro,
Na flor humilde que se encosta ao muro,
Creio na carne que enfeitiça o além,

Creio no incrível, nas coisas assombrosas,
Na ocupação do mundo pelas rosas,
Creio que o Amor tem asas de ouro. Ámen.





O Sagrado me Habita


Creio no divino,

Ele guia minha ação,

dentro do meu coração,

é Amor sincero e genuíno.


Creio nos deuses,

eles moram nos ares,

habitam espaços secretos,

mudam os nossos tormentos.



Creio na deusa do mar,

ela não me deixa afogar…

cuida do meu doce áureo amar,

tem toda perspicácia bem salutar.


Creio nos seres de luz,

a eles os chamo de anjos,

a terna proteção deles reluz,

vivo sempre  rodeada de zelos.



Nossa sugestão Musical: MARIZA - Foi Deus
Imagem: Pinterest

🕊️​🕊️​🕊️​